6 formas de se obter seu empréstimo 2019

Abaixo estão 6 dicas que aumentam efetivamente a chance de obter um empréstimo. É bom usá-los na vida, porque o não cumprimento de pontos individuais geralmente é o motivo da rejeição de um pedido de empréstimo.

1. Conclusão correta do pedido e verificação da identidade

A base para a consideração bem-sucedida do pedido de empréstimo é um pedido preenchido corretamente. Muitas vezes, os aplicativos são rejeitados devido a erros, como erros de digitação ou fornecimento de informações falsas, que durante a verificação acabam sendo contrários aos dados contidos no aplicativo. Os erros mais comuns que causam uma rejeição automática de um aplicativo incluem:

• erros de digitação em seu nome ou sobrenome

• número de identificação incorreto ou número RG

• os dados da conta bancária não coincidem com os dados contidos no aplicativo

• ocultar um histórico de crédito ruim.

Portanto, vale a pena revisar cuidadosamente o aplicativo preenchido antes do envio, o que nos permitirá evitar respostas negativas. No caso de uma conta bancária, ela deve pertencer ao solicitante e, de preferência, é o único titular da conta. Nessa situação, não há dúvida sobre a verificação de identidade do mutuário. No caso de uma conta conjunta, pode acontecer que o coproprietário que fornece os dados não solicite o empréstimo. Muitas empresas de empréstimo também recusam o aplicativo nessas situações.

2. Histórico de crédito positivo

Um histórico de crédito positivo é a melhor recomendação para um credor, independentemente de você estar emprestando em um banco ou uma empresa de empréstimo. Quando estamos falando de um histórico de crédito positivo? Primeiro, quando nossos dados não estão nos bancos de dados de nenhum devedor, como a ausência de inscrição nos registros dos devedores significa que nunca tivemos problemas em pagar nossas obrigações financeiras. E não apenas aqueles relacionados a empréstimos, mas também com o pagamento pontual de contas, manutenção etc. As pessoas que não estão na lista de devedores são tratadas como clientes cumprindo suas obrigações, ou seja, confiáveis ​​e confiáveis, e isso aumenta significativamente a chance para obter um empréstimo.

3. Construir credibilidade

Outro elemento que aumenta nossas chances de consideração positiva de um pedido de empréstimo é a capacidade de crédito. Um histórico de crédito positivo também desempenha um papel importante aqui, mas em um contexto ligeiramente diferente. Nessa situação, o objetivo é mostrar que somos capazes de pagar empréstimos contraídos dentro do prazo. Nada pode provar isso melhor do que um empréstimo reembolsado em tempo hábil no passado.

Vale a pena saber que os registros econômicos contêm não apenas informações sobre nossas fraquezas financeiras, mas também sobre sucessos. Também existem empréstimos ou compras parceladas que foram reembolsadas no prazo. Essas informações são para o credor uma confirmação da integridade do solicitante e aumentam significativamente a chance de concessão do empréstimo.

Para aumentar a credibilidade, vale a pena pegar até parcelas baratas e pagá-las conscientemente. E, no futuro, teremos uma chance muito maior de tomar outro empréstimo, não apenas dinheiro, mas também, por exemplo, uma hipoteca.

A credibilidade também é influenciada por fatores como:

• número de dependentes (quanto menor, melhor)

• a quantidade de renda

• ativos de propriedade

• a quantia de taxas fixas e custo de vida.

É bom pensar cuidadosamente sobre sua situação financeira antes de enviar o aplicativo e otimizá-lo para que sua posição de crédito seja a melhor.

4. Reembolso de obrigações anteriores antes de tomar um novo empréstimo

O fato de termos outros empréstimos que pagamos com regularidade e facilidade não significa que não obteremos um novo empréstimo. No entanto, aos olhos da empresa de empréstimo, esse já é um fator de risco agravante e crescente. Portanto, é bom pagar seus compromissos anteriores antes de solicitar um novo empréstimo, pois isso aumentará a chance de obtê-lo. Caso contrário, especialmente se nossa renda não for muito alta, podemos encontrar uma resposta negativa.

Também vale lembrar que é raro as empresas de empréstimos não bancários concederem empréstimos adicionais se tiverem um empréstimo que já foi concedido e ainda está pendente. Em tal situação, o pedido de empréstimo também será bastante rejeitado.

5. Cancelamento do cartão de crédito

Ainda assim, poucas pessoas sabem que os cartões de crédito que os bancos dão aos titulares de contas são tratados pelas instituições de crédito como um ônus que reduz a capacidade de crédito. Para o credor, nada mais é do que um empréstimo que você deve pagar. Portanto, é um fator que aumenta o risco de insolvência do cliente. É por isso que as pessoas que possuem cartão de crédito diminuem automaticamente suas chances de obter um empréstimo. Nessa situação, você precisa decidir o que é mais lucrativo para nós – ter um cartão de crédito ou pedir demissão e ter uma chance maior de obter um empréstimo de outra fonte ou seja, aumenta as chances de obter empréstimos em dia de pagamento e empréstimos bancários.

6. Contrato de renda fixa e emprego

As empresas de crédito não bancário devem sua popularidade a um procedimento de empréstimo menos complicado do que nos bancos tradicionais, além de condições um

pouco menos restritivas para a concessão de empréstimos. Isso não significa, no entanto, que todos sempre receberão um empréstimo. O critério básico é uma renda estável, sem a qual não temos chance de uma consideração positiva da aplicação. É óbvio que quanto mais alto, maiores são nossas chances de consideração positiva da aplicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *